Mudança constante nas empresas aumenta demanda por qualificação profissional

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) divulgou em abril os resultados da “Sondagem Especial – Trabalhador Qualificado” que indicou que 69% das empresas enfrentam dificuldades com a falta de mão de obra qualificada. O estudo indicou também que 52% das empresas atribuem o problema a baixa qualidade do ensino básico e 78% investem na qualificação de sua equipe. A diretora da Dextera Consultoria, empresa especializada em gestão da mudança organizacional com 15 anos de mercado, Simone Costa, explica que apenas compensar eventuais deficiências apontadas em uma avaliação de desempenho com treinamentos pontuais não é suficiente para preparar os colaboradores para as mudanças que estão por vir.

“As mudanças nas empresas são incessantes e as pessoas precisam ser continuamente preparadas para entendê-las e adotá-las em tempo hábil, a fim de não comprometer a produtividade. A capacitação não pode buscar suprir apenas um gap de desempenho, mas visa uma melhoria e atualização contínua que pode ser uma vantagem competitiva”, afirma a diretora da Dextera.

Simone Costa explica que os gestores têm um papel fundamental neste processo. Eles devem estar atentos para como podem contribuir e facilitar a preparação de suas equipes para a mudança, sejam elas tecnológicas ou de inovação, mantendo o desempenho dos colaboradores. “Os gestores precisam estar atentos aos sinais de mudança da organização e promover, com antecipação, treinamentos, capacitações e cursos de reciclagem que atendam aos novos rumos”, ressalta Simone Costa.

A especialista chama a atenção para outro ponto importante: que as capacitações não tenham teor apenas técnico, mas também cultural. “As empresas buscam pessoas com qualificação técnica para suprir a sua expansão, no entanto, além desta qualificação (inerente ao cargo), é necessário para a atuação do funcionário o conhecimento da cultura, de processos e sistemas de gestão que são particulares a cada empresa e, dificilmente, são aportados pelos profissionais ingressantes”, disse. Além dessa necessidade, há a questão de admissões em massa, gerando um grande volume de pessoas que precisam estar prontamente alinhadas com procedimentos, sistemas e processos da empresa. “As empresas devem elaborar programas de integração, de desenvolvimento e de educação continuada para proporcionar a capacitação necessária de forma estruturada e em tempo hábil”.

Anúncios

Comente aqui a sua ideia

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: