O futuro que quer emergir: líderes sustentáveis

02B88373 cortadaRecentemente tive a oportunidade de participar de um seminário sobre metodologias de gestão baseadas no diálogo. Este é sem dúvida um tema muito vasto e apaixonante.

A abordagem do palestrante estava fundamentada em diversos livros e autores como Peter Senge e Otto Scharmer ligados ao MIT, Rudolf Steiner em seu livro Filosofia da Liberdade, entre outros.

Mas voltando ao meu título (inspirado nestas leituras), o que poderia ser um “Líder Sustentável”?

Quando participei da primeira turma do curso de extensão na FGV sobre Responsabilidade Social (termo que hoje está mais disseminado como Sustentabilidade), já era dito (e com apoio do Instituto Ethos) que deveríamos pensar em diversos “stakeholders” (partes interessadas): meio ambiente, clientes, fornecedores, governo, comunidade, acionistas, empregados entre outros. Desta maneira, no meu entendimento, ser um Líder Sustentável não é apenas ser consciente de seu papel em preservar o planeta, ou seja, só pensar no meio ambiente, fator que sem dúvida é muito importante. Mas é também cuidar das relações humanas.

Pesquisas da OMS e de outros especialistas apontam o estresse no ambiente de trabalho como uma das principais causas ou fatores de risco para o aumento de transtornos psíquicos e mentais em todo o mundo. O acirramento da concorrência, a pressão por resultados, os atritos cotidianos e as constantes mudanças nas organizações intensificam o estresse e a infelicidade no ambiente profissional.

Como fazer para ser sustentável quando pensamos nas relações humanas?
Ser ético? Ser justo? Ser menos egoísta? Se sentir responsável pelo desenvolvimento e felicidade do outro? Ser mais responsável na maneira como me comunico? Ouvir realmente o outro? Acreditar realmente que podemos aprender com o outro?

E ainda, podemos relacionar isto com os resultados positivos das empresas?

Dentro deste tema de estudo, o futuro que quer emergir também diz respeito à existência de um ambiente social mais favorável para a criatividade,  e que cada um de nós deveria ajudar a criar. Os líderes deveriam ajudar a promover o  senso de presença, quando faz sentido para o funcionário estar ali e fazer seu trabalho. Cada pessoa é um escultor social.

O que eu estou esculpindo no campo social?

De acordo com a Teoria U, como início de caminho em nossas interações deveríamos silenciar as vozes:

Voz do julgamento – quando fico conectado a partir da minha perspectiva não escuto e não interajo com o outro (faço “download” de todo meu modelo mental, acesso todas as minhas crenças e minha capacidade de julgar o outro e crio um monólogo).

Voz do cinismo – onde fala mais alto o preconceito, o julgamento de valor, de juízo – juízo é importante, mas através da análise de fatos e não de conceitos pré-formados. Quando eu supero o cinismo, eu acesso a competência de ver os fenômenos pelos olhos do outro.

Voz do medo – mostra a necessidade de superação do medo do novo, do “não saber”, para que eu possa começar a criar.

Quando estamos num debate, vence o argumento do mais forte, quando o foco é: eu observo as tuas falhas e pontos vulneráveis”, ou seja, usamos o intelecto para vencer. Quando estamos num diálogo, usamos o intelecto para aprender.

Parece ser uma tendência nas organizações que buscam inovação e resultados, que os líderes comecem a criar espaços livres para que as pessoas possam trazer suas ideias e a força de sua iniciativa, sem temor, colaborando para a inovação e para ambientes mais saudáveis neste mundo tão competitivo.

Isto dá certo? Sim, já há casos de empresas europeias, por exemplo, que em meio à crise mundial conseguem crescer em torno de 10% ao ano.

Fica aí a dica de novas pesquisas e leituras para seu desenvolvimento.
Procure saber do que trata a “Teoria U”.

Autora: Myrthes Weber Lutke é Coach e parceira da Dextera.

Anúncios

One Response to O futuro que quer emergir: líderes sustentáveis

  1. Pingback: Autoconhecimento: saiba por que essa é a chave para uma gestão de mudança mais saudável e consciente nas organizações | Mudando de Ideia

Comente aqui a sua ideia

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: